domingo, 13 de dezembro de 2015

POESIA VIVA DO RECIFE : "Pequeno Comentário sobre o meu Recife", de José Terra




PEQUENO COMENTÁRIO 
SOBRE O MEU RECIFE 



                                                                    José Terra 



Teu poema debaixo da ponte  
É uma fisgada minha, Veneza Brasileira.  

Teus poetas malditos  
Com vinhos de quinta 
Latejando liricamente  
São minha guerra e minha paz, Florença dos Trópicos. 

Teus casebres de Josué e Chico 
São cicatrizes minhas, Manguetown 

Tua mulher romântica e solitária  
É minha amputação, Cidade Maurícia    

Teu mar em comunhão com tua canção 
É o meu principal exílio, Capital do Nordeste  

E teus políticos (sem Deus!) 
São revistos e refeitos no meu espírito 
Como um revés e um parto, Capital Brasileira dos Nanfrágios     


(Da antologia inédita 
 POESIA VIVA DO RECIFE, 
organizada por Juareiz Correya) 


________________________________________________________ 
JOSÉ TERRA  -  Nasceu em Palmares (PE) e vive no Recife desde o ano 
de 1966. Poeta, editor e produtor cultural. Organizou (2003/2004), com 
José Jorge Ferreira e Aldo Lins, o recital de poesia "Hospício Poético" 
(Restaurante Viena, Rua do Hospício, Recife). Incluído na antologia Poetas 
dos Palmares (2002). Publicou 21 Poemas (2005), em parceria com Joel 
Marcos, Poesia do mesmo sangue (2007), em parceria com Juareiz Correya, 
e o ebook Música de Rua (2015). É produtor cultural do projeto 
"Poesia Viva nas Escolas da Mata Sul" (Funcultura / Fundarpe / Secretaria 
de Cultura / Governo do Estado de Pernambuco).  


,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,....... 
Transcrito da AGENDA CULTURAL DO RECIFE 
- Dezembro, 2015 -  
(http://www.recife.pe.gov.br/agendacultural) 




quinta-feira, 22 de outubro de 2015

"POESIA VIVA DO RECIFE" : ",MERCADO DA BOA VISTA" (fragmentos), de Aldo Lins





MERCADO DA BOA VISTA 
(fragmentos) 




Levanto-me neste dia que amanhece 
E atravesso o Portal de ferro  
E as Pilastras : "maçãs portuguesas"
Símbolos dos leilões de sombras.   

Onde já foi mercado de escravos 
Hoje vendem-se cravos e canelas, 
Cereais, legumes, frutas, carnes e ervas  
Para Eva ou Maria : "maçãs brasileiras".  


...................................................................................


Os mal tratados pela vida  
Boêmios, mobílias e dinossauros 
Desenham as diversas cores dos pratos  
Em pileques homéricos repletos de luz.   

Na Ribeira da Boa Vista 
Meu coração poema inacabado 
Solve os acordes de um pinho  
Entre pombos na praça da alimentação. 



(Da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, 
organizada por Juareiz Correya) 



______________________________________________________________________________ 
ALDO LINS - Nasceu em Cajazeiras (PB). Cursou a Faculdade de Direito / 
Universidade Federal da Paraíba, em João Pessoa, onde iniciou  
sua trajetória literária. Em 2003, já residindo no Recife, lançou 
a primeira edição do livro Alma de Vidro (Editora Universitária /  UFPE). 
Organizou, com José Terra, o recital "Hospício Poético" (Recife, 2004) 
e organiza, mensalmente, o "Sarau da Boa Vista" (Bar Maremoto / 
Rua do Hospício, Boa Vista, Recife).  Publica o blog  
O Grito (http://poetaaldolins.blogspot.com.br) 

....................................................................................................................... 
Transcrito da AGENDA CULTURAL DO RECIFE  
- Setembro 2015 - 
(http://www.agendaculturaldorecife.blogspot.com) 






quarta-feira, 17 de junho de 2015

POESIA VIVA DO RECIFE : "POEMA EM TRANSE" (fragmento), de Jorge Lopes




POESIA VIVA DO RECIFE : 
"POEMA EM TRANSE" (fragmento), 
de Jorge Lopes 

............................................................. 

A rua guarda seus segredos  
e os segredos  
                                           das pessoas 
por cima dos telhados  
por cima das nuvens 
por cima da morte  




(Da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, 
organizada por Juareiz Correya)  



____________________________________________________________________________
     Reprodução da página 70 (Seção Giro Literário / AGENDA CULTURAL, Junho 2015). 
Edição da Prefeitura do Recife / Secretaria de Cultura / Fundação de Cultura Cidade do Recife. Acesse estes endereços : 
www.recife.pe.gov.br/agendacultural 
www.agendaculturaldorecife.blogspot.com
http://twitter.com@agendacultural
     

terça-feira, 21 de abril de 2015

POESIA VIVA DO RECIFE : "GRAÇAS", de Sonia Barbosa





GRAÇAS, de Sonia Barbosa 


Poema de Sonia Barbosa (Recife, PE) reproduzido da AGENDA CULTURAL DO RECIFE (Abril, 2015), publicada pela Prefeitura do Recife / Secretaria de Cultura / Fundação de Cultura Cidade do Recife, que circula mensalmente em edição impressa, tiragem de 10 mil exemplares,  e eletrônica.  O poema faz parte da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, organizada por Juareiz Correya, com edição eletrônica (ebook), revista e aumentada, a ser lançada neste ano de 2015 em homenagem aos 478 anos da capital pernambucana. 
Acesse a AGENDA CULTURAL nestes links : 
http://www.recife.pe.gov.br/agendacultural 
http://www.agendaculturaldorecife.blogspot.com
Twitter  :  http://twitter.com/agendacultural

domingo, 12 de abril de 2015

AS CIDADES, de Juareiz Correya





As cidades são pessoas. 
Assim crescem e vivem 
À luz dos nossos olhos  
E no coração do sangue. 
Habitam nossa alegria 
E nossa dor. 
Por um momento 
Se perpetuam em nós  
E somos 
A própria imagem e semelhança  
Do que nunca morre.
Também se apequenam 
E se apagam 
Como um tempo perdido 
E o avesso da humana verdade : 
Vivendo a vida ser ter vivido.    




(Recife, setembro de 2008)  


________________________________________ 
Do livro inédito POEMAS DO NOVO SÉCULO 

sábado, 4 de abril de 2015

CENTRAL PARQUE 13 DE MAIO, de Juareiz Correya







Um azul meio-noite se estende  
sobre o centro do Recife  
antecipando o anúncio luminoso 
de todas as cores da manhã.  
Não é mais noite e ainda não é dia. 
A fotografia imprecisa  
estampa sua monocromia  
no céu da cidade :   
a cor primal do amanhecer da Boa Vista  
sobre o central parque recifense  
identifica o instantâneo 
de uma visão que nunca existirá 
no central parque nova-iorquino. 



(Recife, Boa Vista / 
7 de junho 2006)  



____________________________________ 
Do livro inédito "Poemas do Novo Século" 



segunda-feira, 16 de março de 2015

POESIA VIVA DO RECIFE : "CANÇÃO DE RECIFE", de César Jeansen Brito





"CANÇÃO DE RECIFE", 
de César Jeansen Brito 


     O poema "Canção de Recife", de César Jeansen Brito, será publicado na edição eletrônica da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, organizada por Juareiz Correya, a ser lançada neste primeiro semestre de 2015 em homenagem aos 478 anos da Cidade do Recife.  Este blog reproduz página da seção Giro Literário, da AGENDA CULTURAL (Março, 2015)  publicada pela Prefeitura do Recife / Secretaria de Cultura / Fundação de Cultura Cidade do Recife, impressa, com tiragem média de 10.000 exemplares, que é distribuída promocionalmente  nos espaços culturais da Prefeitura do Recife e em outros espaços culturais da cidade, como bibliotecas, casas de cultura, teatros, centros de arte e artesanato, fundações, institutos, museus e mercados populares.  A edição virtual da AGENDA CULTURAL pode ser acessada neste endereço - http://www.recife.pe.gov.br/agendacultural 

quinta-feira, 12 de março de 2015

"POESIA NA BIBLIOTECA" : HOMENAGENS AO DIA DO BIBLIOTECÁRIO, RECIFE E OLINDA


Maria de Lourdes Hortas, Fábio Pacheco, Frederico Spencer, 
Juareiz Correya, Natanael Lima e José Terra, da ABLNE, 
participarão do recital "Poesia na Biblioteca" 


     A poetisa Maria de Lourdes Hortas, diretora cultural do Gabinete Português de Leitura de Pernambuco, confirma a participação, no recital POESIA NA BIBLIOTECA, hoje, às 15 horas, no auditório do GPL-PE, dos seguintes poetas :

     Frederico Spencer, Natanael Lima, Fábio Pacheco, Júlia Lemos, Maria José Arimatéia, Juareiz Correya, José Terra, Sérgio Leandro, Jailson Oliveira e Joel Marcos.

     O recital POESIA NA BIBLIOTECA homenageia o Dia do Bibliotecário  e os aniversários do Recife (478 anos) e de Olinda (480 anos).  

     

domingo, 8 de março de 2015

"POESIA NA BIBLIOTECA" : HOMENAGENS AO BIBLIOTECÁRIO, RECIFE E OLINDA






     A poetisa luso-pernambucana Maria de Lourdes Hortas organiza, no próximo dia 12 de março, no Gabinete Português de Leitura de Pernambuco (Rua Imperador Pedro II, 290, Santo Antonio, Recife, PE), o recital POESIA NA BIBLIOTECA, que homenageia o "Dia do Bibliotecário" e os aniversários do Recife (478 anos) e de Olinda (480 anos).  

     Das 15 às 17 horas, o recital POESIA NA BIBLIOTECA manterá o seu microfone aberto para os que os poetas locais, publicados ou inéditos, promovam a leitura de 1 ou 2 poemas, em confraternização com os demais autores, e ocorrerá também exposição e troca de livros entre os presentes.  

     Poetas da Academia Pernambucana de Letras, do Movimento de Escritores Independentes de Pernambuco (MEIPE), Geração 65, centros universitários,  Movimento Cultural Alto José do Pinho, Revista Interpoética, Edições Bagaço, Blog Domingo com Poesia e da Associação de Blogs Literários do Nordeste (ABLNE), participarão desse encontro, festejando, com a poesia nossa de cada dia, o 12 DE MARÇO DOS BIBLIOTECÁRIOS , DO RECIFE E DE OLINDA.  

quarta-feira, 4 de março de 2015

"POESIA VIVA DO RECIFE" : MAIS DE 200 POETAS PERNAMBUCANOS NA INTERNET (4)






Conheça mais alguns nomes
 de poetas incluídos 
no ebook POESIA VIVA DO RECIFE 



     Destacamos mais 50 poetas que participam da edição da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, a ser lançada em homenagem ao 478o. Aniversário de Fundação da Cidade do Recife neste ano de 2015.   

     POESIA VIVA DO RECIFE apresenta textos selecionados, destes poetas pernambucanos, escritos da segunda metade do Século 20 até os dias de hoje.    

     Mais informações com Juareiz Correya,  organizador da antologia : escrevam para este email - jcpanamerica21@gmail.com - ou pelo telefone (81) 86852194


segunda-feira, 2 de março de 2015

"POESIA VIVA DO RECIFE" : MAIS DE 200 POETAS PERNAMBUCANOS NA INTERNET (3)





O ebook apresenta textos selecionados 
destes poetas pernambucanos. 
São escritos da segunda metade do Século 20 
até os dias de hoje.   


     Esta relação apresenta os nomes dos poetas que participam do projeto de edição eletrônica da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, a ser lançada em homenagem ao 478o. Aniversário de Fundação da Cidade do Recife neste ano de 2015.  

     Conheça alguns  destes nomes incluídos na antologia : 

     Abel Menezes, Abelardo da Hora, Alberto da Cunha Melo, Alberto Lins Caldas, Albuquerque Pereira, Aldo Lins, Alexandre Furtado, Alexandre Santos, Almir Castro Barros, Altair Leal, Altamira Dourado, Aluísio Santos, Ana Elizabete Barbosa, Andréa Borba, André Cervinskis, André Figueiredo, André Luiz de Castro, Ângelo Monteiro, Antonio Campos, Antonio de Campos, Antonio José do Nascimento, Antonio Moreira Barros, Ariano Suassuna, Arnaldo Tobias, Arnaud Mattoso, Ary Sergas Santos, Audálio Alves, Bartyra Soares, Bernardo Valença, Carlos Cardoso, Carlos Lima, Carlos Maia, Celina de Holanda, Célio Queiroz, Célio Lima, Celso Mesquita, César Jeansen de Brito, César Leal, Cida Pedrosa, Cyl Gallindo, Clara Angélica, Cloves Marques, Clóvis Campelo, Cuínas Cervantes... 



domingo, 22 de fevereiro de 2015

"POESIA VIVA DO RECIFE" : MAIS DE 200 POETAS PERNAMBUCANOS NA INTERNET (2)








Mais de 200 poetas pernambucanos 
vivem, amam e eternizam a cidade 



     Esta relação apresenta os nomes dos poetas que participam do projeto de edição eletrônica da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, a ser lançada em homenagem ao 478o. Aniversario de Fundação do Recife neste ano de 2015. 

      O ebook tem aproximadamente 600 páginas e poderá ser acessado, por internautas em geral, na loja virtual Panamerica Livraria (http://www.panamericalivraria.com.br), da Panamerica Nordestal Editora, do Recife (PE).   

     Outras informações com o escritor Juareiz Correya, responsável pela organização da antologia :  jcpanamerica21@gmail.com  /  telefone (81)86852194

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

"POESIA VIVA DO RECIFE" : MAIS DE 200 POETAS PERNAMBUCANOS NA INTERNET






     Este blog tem divulgado, há alguns meses, poemas de autores selecionados para a edição eletrônica da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, que reune mais de 200 poetas pernambucanos e será lançada em homenagem ao 478o. Aniversário de Fundação do Recife neste ano de 2015.  Esses poetas/poemas  já são publicados, mensalmente, desde 2012, na Agenda Cultural da Prefeitura do Recife, impressa e virtual, destacando-se, entre outros, nomes como o de Socorro Nunes, Luzilá Gonçalves, Montez Magno, Germana Accioly, Clóvis Campelo, Maria de Lourdes Hortas, Márcia Maracajá, Marcílio Medeiros, Margarida Lucena da Hora, Ramos Sobrinho, Débora Brennand, Sílvio Hansen, Frederico Spencer, Luciano Nunes, Ariano Suassuna, Lea Tereza Lopes, Antonio Botelho, Rogério Generoso, Jaci Bezerra e Manoel Constantino.

     Com lançamento do selo editorial Ebooks Panamerica, da Panamerica Nordestal Editora, do Recife, o livro eletrônico tem aproximadamente 600 páginas e apresentará também notas da primeira edição, impressa, realizada pela Companhia Editora de Pernambuco - CEPE, em 1996, de autoria de Jorge Gomes ("A Voz da Cidade"), então Vice-Governador e Secretário de Governo, e de Eduardo Campos ("Poesia Viva"), na época Secretário da Fazenda e ex-Secretário de Governo.  O jornalista e escritor Evaldo Costa era o diretor-presidente da CEPE. Tempo do Governo Miguel Arraes de Alencar em Pernambuco.  

     O projeto de edição eletrônica da antologia POESIA VIVA DO RECIFE contará com apoio cultural para distribuição de ebooks, enviados promocionalmente para funcionários públicos, professores, estudantes, escritores, jornalistas, produtores culturais e outros internautas recifenses especialmente indicados.  O ebook poderá ser acessado, por internautas em geral, na loja virtual Panamerica Livraria (http://www.panamericalivraria.com.br), da Panamerica Nordestal Editora.  
(Texto de Juareiz Correya)      


domingo, 11 de janeiro de 2015

POESIA VIVA DO RECIFE : "COMPANHEIRO" (fragmentos), de Socorro Nunes






pela porta de entrada 
ele chega 
como quem não quer nada
ou tudo. 
quando se vê 
já é noite 
passam-se os dias 
meses 
anos 
e ele lá. 


................................................... 


o mar do recife 
entra porta a dentro  
como as montanhas 
de Minas 
e o luar do sertão 
e assim ficará 
testemunhando de perto 
mais um início.   


(Da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, 
organizada por Juareiz Correya) 



___________________________________________________________ 
SOCORRO NUNES - Nasceu em Araripe (CE).  Professora, poetisa. 
Mudou-se para Minas Gerais, onde viveu 30 anos. Doutorado em Educação 
pela UFMG, tornou-se professora da Universidade Federal de São João 
del-Rei (2004).  Pós-doutorado em Londres, Inglaterra (2010) nas questões 
ligadas à cultura escrita, letramento e alfabetização.  Desde 2013 reside 
no Recife e é professora da Universidade Federal de Pernambuco.  
Inédita em livro.  


..................................................................................................................

Transcrito da AGENDA CULTURAL DO RECIFE 
- Janeiro 2015 / Seção "Giro Literário", página 66 / 
Prefeitura do Recife  / Secretaria de Cultura / 
Fundação de Cultura Cidade do Recife  
Acesse : http://www.recife.pe.gov.br/agendacultural