sexta-feira, 13 de setembro de 2013

POESIA VIVA DO RECIFE : "GERAÇÃO", de Cida Pedrosa






vivíamos no intestino do recife 
e o capibaribe  
era um parto de sonhos  
onde digeríamos sonhos  

vai longe o tempo  
em que fuzis e baionetas  
poderiam ser canto  
enternecido e libre  

geração ácida  
que diluía a alma em álcool  
e fazia da redoma o copo  

com certeza, senhores  
vai longe, muito longe, o tempo  
em que tiramos o papel do limbo 
e cravamos o punhal no branco  



(Da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, organizada por Juareiz Correya) 


________________________________________________________ 
CIDA PEDROSA - Nasceu em Bodocó (PE). Militante dos Escritores 
Independentes de Pernambuco. Poetisa, advogada. Organiza recitais 
de poesia nas ruas do Recife e em cidades da Região Metropolitana. 
Dirige, com Sennor Ramos, a revista eletrônica de poesia 
INTERPOÉTICA (www.interpoetica.com) É secretária do Meio Ambiente 
e Sustentabilidade /Prefeitura do Recife.  Incluída na antologia Marginal
Recife - Coletânea Poética I. Poesia publicada : Restos do Fim, 
O cavaleiro da epifania, Cântaro, Gume, As Filhas de Lilith, Miúdos. 

Transcrito da AGENDA CULTURAL DO RECIFE (Setembro 2013). 
Acesse www.recife.pe.gov.br/agendacultural