segunda-feira, 27 de março de 2017

IDENTIFICADO RECIFE, de Juareiz Correya








IDENTIFICADO RECIFE 
(fragmento), 
de Juareiz Correya  




"Hoje amanheci domingo 
estou cedo pelo Recife deserto
as possibilidades são raras 
na cidade que eu sou : 
o sol do atlântico pode me devorar  
ou a chuva do capibaribe me apodrecer.  
ninguém transita ou veicula sorrisos
não chega ou se despede ninguém cotidiano 
tudo sou eu que parei e descanso mortomente.  
a cidade que eu sou entardecerá cinemas  
crepusculabrirá bares  
travestidas boates sexuais passeios  
passagens noite a dentro.   
amanhãserei primeiro  
segunda feira  
dia que te uso e mascateias" 




(Ilustração : 
Placa com poesia do projeto da FUNDAJ, 
coordenado por Jaci Bezerra, 
em homenagem aos 450 anos do Recife) 




____________________________________________________
Poema transcrito do ÁLBUM DO RECIFE, edição especial 
- Comemoração dos 450 Anos da Cidade do Recife - 
69 Artistas Plásticos / 69 Poetas Pernambucanos.
Coordenação de Jaci Bezerra e Sylvia Pontual.
(Prefeitura da Cidade do Recife, 1987). 
Álbum de 168 páginas, formato 21 x 30 cms., impressão 
off-set, papel cuchê, tiragem de 2.000 exemplares.