domingo, 12 de abril de 2015

AS CIDADES, de Juareiz Correya





As cidades são pessoas. 
Assim crescem e vivem 
À luz dos nossos olhos  
E no coração do sangue. 
Habitam nossa alegria 
E nossa dor. 
Por um momento 
Se perpetuam em nós  
E somos 
A própria imagem e semelhança  
Do que nunca morre.
Também se apequenam 
E se apagam 
Como um tempo perdido 
E o avesso da humana verdade : 
Vivendo a vida ser ter vivido.    




(Recife, setembro de 2008)  


________________________________________ 
Do livro inédito POEMAS DO NOVO SÉCULO 

sábado, 4 de abril de 2015

CENTRAL PARQUE 13 DE MAIO, de Juareiz Correya







Um azul meio-noite se estende  
sobre o centro do Recife  
antecipando o anúncio luminoso 
de todas as cores da manhã.  
Não é mais noite e ainda não é dia. 
A fotografia imprecisa  
estampa sua monocromia  
no céu da cidade :   
a cor primal do amanhecer da Boa Vista  
sobre o central parque recifense  
identifica o instantâneo 
de uma visão que nunca existirá 
no central parque nova-iorquino. 



(Recife, Boa Vista / 
7 de junho 2006)  



____________________________________ 
Do livro inédito "Poemas do Novo Século" 



segunda-feira, 16 de março de 2015

POESIA VIVA DO RECIFE : "CANÇÃO DE RECIFE", de César Jeansen Brito





"CANÇÃO DE RECIFE", 
de César Jeansen Brito 


     O poema "Canção de Recife", de César Jeansen Brito, será publicado na edição eletrônica da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, organizada por Juareiz Correya, a ser lançada neste primeiro semestre de 2015 em homenagem aos 478 anos da Cidade do Recife.  Este blog reproduz página da seção Giro Literário, da AGENDA CULTURAL (Março, 2015)  publicada pela Prefeitura do Recife / Secretaria de Cultura / Fundação de Cultura Cidade do Recife, impressa, com tiragem média de 10.000 exemplares, que é distribuída promocionalmente  nos espaços culturais da Prefeitura do Recife e em outros espaços culturais da cidade, como bibliotecas, casas de cultura, teatros, centros de arte e artesanato, fundações, institutos, museus e mercados populares.  A edição virtual da AGENDA CULTURAL pode ser acessada neste endereço - http://www.recife.pe.gov.br/agendacultural 

quinta-feira, 12 de março de 2015

"POESIA NA BIBLIOTECA" : HOMENAGENS AO DIA DO BIBLIOTECÁRIO, RECIFE E OLINDA


Maria de Lourdes Hortas, Fábio Pacheco, Frederico Spencer, 
Juareiz Correya, Natanael Lima e José Terra, da ABLNE, 
participarão do recital "Poesia na Biblioteca" 


     A poetisa Maria de Lourdes Hortas, diretora cultural do Gabinete Português de Leitura de Pernambuco, confirma a participação, no recital POESIA NA BIBLIOTECA, hoje, às 15 horas, no auditório do GPL-PE, dos seguintes poetas :

     Frederico Spencer, Natanael Lima, Fábio Pacheco, Júlia Lemos, Maria José Arimatéia, Juareiz Correya, José Terra, Sérgio Leandro, Jailson Oliveira e Joel Marcos.

     O recital POESIA NA BIBLIOTECA homenageia o Dia do Bibliotecário  e os aniversários do Recife (478 anos) e de Olinda (480 anos).  

     

domingo, 8 de março de 2015

"POESIA NA BIBLIOTECA" : HOMENAGENS AO BIBLIOTECÁRIO, RECIFE E OLINDA






     A poetisa luso-pernambucana Maria de Lourdes Hortas organiza, no próximo dia 12 de março, no Gabinete Português de Leitura de Pernambuco (Rua Imperador Pedro II, 290, Santo Antonio, Recife, PE), o recital POESIA NA BIBLIOTECA, que homenageia o "Dia do Bibliotecário" e os aniversários do Recife (478 anos) e de Olinda (480 anos).  

     Das 15 às 17 horas, o recital POESIA NA BIBLIOTECA manterá o seu microfone aberto para os que os poetas locais, publicados ou inéditos, promovam a leitura de 1 ou 2 poemas, em confraternização com os demais autores, e ocorrerá também exposição e troca de livros entre os presentes.  

     Poetas da Academia Pernambucana de Letras, do Movimento de Escritores Independentes de Pernambuco (MEIPE), Geração 65, centros universitários,  Movimento Cultural Alto José do Pinho, Revista Interpoética, Edições Bagaço, Blog Domingo com Poesia e da Associação de Blogs Literários do Nordeste (ABLNE), participarão desse encontro, festejando, com a poesia nossa de cada dia, o 12 DE MARÇO DOS BIBLIOTECÁRIOS , DO RECIFE E DE OLINDA.  

quarta-feira, 4 de março de 2015

"POESIA VIVA DO RECIFE" : MAIS DE 200 POETAS PERNAMBUCANOS NA INTERNET (4)






Conheça mais alguns nomes
 de poetas incluídos 
no ebook POESIA VIVA DO RECIFE 



     Destacamos mais 50 poetas que participam da edição da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, a ser lançada em homenagem ao 478o. Aniversário de Fundação da Cidade do Recife neste ano de 2015.   

     POESIA VIVA DO RECIFE apresenta textos selecionados, destes poetas pernambucanos, escritos da segunda metade do Século 20 até os dias de hoje.    

     Mais informações com Juareiz Correya,  organizador da antologia : escrevam para este email - jcpanamerica21@gmail.com - ou pelo telefone (81) 86852194


segunda-feira, 2 de março de 2015

"POESIA VIVA DO RECIFE" : MAIS DE 200 POETAS PERNAMBUCANOS NA INTERNET (3)





O ebook apresenta textos selecionados 
destes poetas pernambucanos. 
São escritos da segunda metade do Século 20 
até os dias de hoje.   


     Esta relação apresenta os nomes dos poetas que participam do projeto de edição eletrônica da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, a ser lançada em homenagem ao 478o. Aniversário de Fundação da Cidade do Recife neste ano de 2015.  

     Conheça alguns  destes nomes incluídos na antologia : 

     Abel Menezes, Abelardo da Hora, Alberto da Cunha Melo, Alberto Lins Caldas, Albuquerque Pereira, Aldo Lins, Alexandre Furtado, Alexandre Santos, Almir Castro Barros, Altair Leal, Altamira Dourado, Aluísio Santos, Ana Elizabete Barbosa, Andréa Borba, André Cervinskis, André Figueiredo, André Luiz de Castro, Ângelo Monteiro, Antonio Campos, Antonio de Campos, Antonio José do Nascimento, Antonio Moreira Barros, Ariano Suassuna, Arnaldo Tobias, Arnaud Mattoso, Ary Sergas Santos, Audálio Alves, Bartyra Soares, Bernardo Valença, Carlos Cardoso, Carlos Lima, Carlos Maia, Celina de Holanda, Célio Queiroz, Célio Lima, Celso Mesquita, César Jeansen de Brito, César Leal, Cida Pedrosa, Cyl Gallindo, Clara Angélica, Cloves Marques, Clóvis Campelo, Cuínas Cervantes...