quinta-feira, 7 de novembro de 2013

POESIA VIVA DO RECIFE : "POETAS NO RECIFE", de Ramos Sobrinho





O poeta atravessa 
a ponte 
qual um cão atravessa  
a fome, 
farejando as pedras, 


inventa babilônias
com ruas de poemas  
e jardins suspensos  


contra a tísica das horas.  


E ninguém vê. 



(Da antologia POESIA VIVA DO RECIFE,
organizada por Juareiz Correya)

_________________________________________
RAMOS SOBRINHO (José Ramos Sobrinho) 
nasceu em Goiana (PE). Poeta, contista e 
cronista. É antropólogo formado pela UFPE
e ex-professor da FAFICA (Caruaru, PE). 
Funcionário público aposentado do Banco 
do Brasil.  Poemas divulgados em jornais, 
revistas, e em duas antologias da Associação 
Atlética Banco do Brasil (AABB). Prepara a 
publicação do seu primeiro livro de poesia. 

________________________________________
Transcrito da AGENDA CULTURAL
(Novembro 2013, Número 219, Seção "Literatura")
- Prefeitura do Recife / Secretaria de Cultura /
Fundação de Cultura Cidade do Recife
- http://www.recife.pe.gov.br/agendacultural 





E ni