sexta-feira, 10 de maio de 2013

POESIA VIVA DO RECIFE : "CHOVE NA RUA DO SOL", de Luciano Nunes






Andando
com meus óculos embaçados
na neblina de maio
atravesso a Ponte Duarte Coelho
sinto os dedos do tempo, ao lado,
batendo no ombro do silêncio. 

Recife é a parede a janela 
dela vejo o mundo.
Lá fora Deus é pássaro. 

Chove na Rua do Sol
Chove no Rio da Rua da Aurora
Quem sente frio na Rua do Sol
Escreve poesia com a tinta da chuva. 

Passeia chuva, passeia,
Passeia na ponte, vadeia nas ilhas. 
Domingo de chuva e silêncio
mergulho no rio das horas 
com meus óculos embaçados.   



(Da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, 
organizada por Juareiz Correya )


________________________________________
LUCIANO NUNES - Recifense.  É funcionário
público federal. Poeta, compositor e autor  de 
música popular, com gravações em CDs de Patricia 
Cruz e Paulo Diniz.  Tem pronto para publicação 
um estudo sobre poetas populares nordestinos. 
Inédito em livro.