quinta-feira, 11 de setembro de 2014

SAÍ A CAMINHAR PELAS "CALLES", de Héctor Pellizzi





que aqui se chamam ruas 
e vi um mendigo velho 
que lavava os cabelos 
num charco de água suja.  


a noite calorosa  
suspensa nos meus ombros 
esmagou os meus ossos, 
e esse charco sobre o cimento
me lembrou o companheiro 
que lutou contra isso 
e agora está morto.  

saí a caminhar pelas "calles" 
que se chamam ruas 
e voltei comovido  
com o coração oprimido 
e os bolsos sem luas.    




(Da antologia POESIA VIVA DO RECIFE, 
organizada por Juareiz Correya) 




______________________________________________________________
HÉCTOR PELLIZZI - Nasceu em Junín, região metropolitana de Buenos Aires,
Argentina. Poeta, contista, dramaturgo, jornalista, editor. Radicado no Recife,
em 1980, militou no Movimento dos Escritores Independentes de Pernambuco -
MEIPE. Publicou, entre outros, estes livros de poesia : Por Camiños de Pajáros,
Pequenos Poemas Bilingues, Con las ventanas abiertas, América Indignada.
Incluído na antologia Marginal Recife - Coletânea Poética 3, 
da Fundação de Cultura / Secretaria de Cultura / Prefeitura do Recife.