quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

POESIA VIVA DO RECIFE : "Recife : Geografia Pessoal", de Jaci Bezerra






Guarda a cidade num dos arquipélagos da alma 
como quem guarda na estante os seus poetas prediletos :
Bandeira, Cardozo, João Cabral, Carlos Drummond de Andrade.
E sabe, ao amorosamente folheá-la,
que pode ir dormir como homem e acordar como acácia. 
Nada capaz de assustar a poesia.
Apenas, depois que a conheceu, aceitou ficar assim 
povoado de beirais e torres de igrejas 
para sustentar andorinhas no ar.
E branco, todo branco, como a alma em cal viva 
lavra esse metro de lembrança e luz
com um solitário rio no meio : cantando. 



(Da antologia POESIA VIVA DO RECIFE,
organizada por Juareiz Correya )


___________________________________________________________
JACI BEZERRA nasceu em Murici (AL). Vive desde a adolescência
no Recife. Poeta,  contista, dramaturgo e editor.  Criador, com
Alberto da Cunha Melo e alguns amigos, do movimento cultural 
"Edições Pirata".  Poesia publicada em antologias nordestinas 
e brasileiras.  Organizou, com Syvia Pontual, o ÁLBUM DO RECIFE
(1987). Poesia publicada :  LAVRADOURO, LIVRO DE OLINDA,
LIVRO DAS INCANDESCÊNCIAS, CANTOS DA COMARCA
e LINHA D'ÁGUA. 

sábado, 9 de fevereiro de 2013

POESIA VIVA DO RECIFE : "FREVO DE VÁRZEA", de Wilson Araújo






Tô entre o santa
cruz e a espada 
no peito 
com a corda no pescoço 
avanço 
um passo
na barreira cara
a cara e a coragem
para suportar 
torcer
contorcer pelo santa 
cruz e credo
tudo é carnaval
do futebol
até  o sol 
raiar 
resistir é preciso
no riso 
de pileque 
com meu lado moleque 
um pique vadio
em terreno baldio
 
 
(Da antologia POESIA VIVA DO RECIFE,
organizada por Juareiz Correya)
 
 
 
______________________________________________________________________
 
WILSON ARAÚJO  -  Nasceu em São João dos Patos (MA).  Vive no Recife (PE).
 Funcionário público federal.  Poemas publicados em suplementos e revistas literárias 
brasileiras. Publicou o livro de poesia PauBrasília e livretos, folhetos, em parceria
com Pedro Américo de Farias. Incluído na primeira edição de POESIA VIVA
DO RECIFE (CEPE / Governo de Pernambuco, Recife, 1996). 


sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

O CAPIBARIBE E O MAR DO RECIFE




          A fotografia destacada neste blog é de autoria de Chico Ludermir, divulgada com o texto O RIO COMO ESPAÇO A SER OCUPADO (Revista Continente - Edição 146 - Fev / 2013).  Acesse : http://www.continente.com.br