domingo, 16 de julho de 2017

POESIA VIVA DO RECIFE : "MARÉ" (fragmento), de Rodolfo Aureliano






Página (41) reproduzida 
da AGENDA CULTURAL 
DO RECIFE, julho 2017





"Águas barrentas  
Águas sangrentas  
Águas que trazem a secura do sertão  
Águas que trazem a visão do agreste  
Águas que trazem o pão de cada dia
Dos areeiros  
Águas que trazem a peste de cada dia 
Dos ribeiros  
Águas do rio Capibaribe..." 

....................................................


(Da antologia inédita POESIA VIVA DO RECIFE,  
organizada por Juareiz Correya) 



____________________________________________________________
RODOLFO AURELIANO - Recifense.  Poeta, compositor popular, 
jornalista. Formou-se em Engenharia na UNICAP, Recife, PE (1974). 
Viveu em Caruaru e Petrolina. É funcionário público municipal 
(Prefeitura de Olinda, PE). Poesia publicada : Estrela do Dia, Postal 
do Brasil. Participou da primeira edição da antologia Poesia 
Viva do Recife (CEPE, Recife, PE, 1996). 

...................................................................................
Acesse - AGENDA CULTURAL  : 
www.recife.pe.gov.br/agendacultural 
http://www.agendaculturaldorecife.blogspot.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário